museum-digitalBrasil

Home
Museum Search museums
Collection Search collections
Object
All objects Advanced search Timeline "Image wall"
Contact

Search

search

CMMECPC

CMMECPC

Coleção

Brasilia

Apresentação da coleção

“O mais profundo encantamento do colecionador consiste em inscrever a coisa particular em um circulo mágico no qual ela se imobiliza, enquanto a percorre um último estremecimento (o estremecimento de ser adquirida).”

Ao nos depararmos com esta coleção e toda a heterogeneidade intrínseca a ela, é possível constatar que o seu idealizador buscou articular um diálogo entre as obras. Neste sentido, podemos dizer que o acervo possui múltiplas narrativas, em que merece destaque a expressiva coleção de arte brasileira composta por nomes como Portinari, Anita Malfatti, Tarsila do Amaral e Di Cavalcanti. Outros modernistas, como Djanira e Pancetti, enriquecem a coleção com suas paisagens e figuras.
No que diz respeito aos artistas estrangeiros, Carybé se destaca, sobretudo, no âmbito quantitativo. Além disso, as temáticas de suas produções harmonizam perfeitamente com os modernistas brasileiros ao enfatizar a diversidade social brasileira. Trata-se de uma narrativa de valorização e preservação do regionalismo brasileiro por meio das temáticas apresentadas nas obras.
Para além de questões geográficas, a ênfase na figura feminina é notória, desde retratos com características mais clássicas às dançarinas de frevo.
Contudo, a inserção das obras em uma base de dados sugere uma ressignificação dessas narrativas, contribuindo para que a coleção passe por um processo – quase cíclico – de desconstrução e construção. Ou seja, analisar minuciosamente cada obra torna-se, neste caso, uma ação direcionada para a salvaguarda e preservação dos objetos. Neste sentido, vale ressaltar o quanto a prática do colecionismo é louvável ao possibilitar a preservação da memória, neste caso, por meio de imagens.

Fernanda Correa
Mestre em História Social e Professora Substituta no
Departamento de História e Teoria da Arte da Escola de Belas Artes da UFRJ (BAH/EBA/UFRJ).

Rafael Raddi
Mestre em História das Artes pelo Instituto de História das Artes da Universidade Ludwig-Maximilian - Munique

Collections:

"CMMECPC"[1]Show object

Objects:

Show objects of the museum at map